quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Não existe raça entre humanos




As gêmeas inglesas, Kian e Remee, e o gêmeos Kaydon e Laydon Richardson, são a melhor prova de que não há raças no que se refere a seres humanos. Serão os irmãos de etnias diferentes? Fica complicado...

Já sabemos que o cientista James Watson, que se achava totalmente "branco", tem mais de 16% de gens africanos, enquanto o Neguinho da Beija-Flor tem 67,1 % de gens europeus. Deveríamos chamá-lo de Branquinho da Beija-Flor... Brincadeiras à parte, será um alívio quando a cor da nossa pele seja considerada tão irrelevante quanto o formato de nossas unhas.

E se a vida humana começou na África, somos todos africanos!

2 comentários:

Anderson Wasser disse...

Oi Stella, tudo bem?
Adorei este post. Já tomei umas "cacetadas" por marcar posição firme neste sentido. Até mesmo um amigo, que é negro, ou melhor, mulato (filho de pai branco e mãe negra) me veio uma vez com uma edição da revista "Raça", e eu virei a ele e perguntei "Se vc tem raça, e eu o que sou? Raça quem tem é cavalo, cachorro... A gente não tem raça não, mermão...". A turma em volta ficou assim "nooooossa, o Wasser é racista...", mas o mais importante é que, quem deveria entender - este meu amigo - captou a mensagem: Não existe raça entre nos, somente diferenças na cor da pele, e nada mais.

Stella Halley disse...

Vai levar um tempo até essa verdade sobre a não-existência de raças entre humanos ser assimilada... Mas é inegável que já avançamos muito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida