segunda-feira, 1 de junho de 2009

Voo 447



Que tristeza, meu Deus, esse acidente com o avião da Airfrance. Passei o dia frente à TV, ouvindo cada um dos especialistas convidados pelo canal Globonews, tentando compreender o que pode ter acontecido. Presos a um fio de esperança, só nos resta rezar pelos passageiros, suas famílias e amigos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Em 1973 a questão do divórcio continuava em total efervescência. Por que não abordá-la numa cerimônia matrimonial? Até mesmo para lembrar a responsabilidades dos nubentes na conservação da união livremente buscada.

Stella Halley disse...

É verdade e o celebrante estava 100% comprometido com essa causa, entre outras. Mas o noivo queria, pelo menos, umas orientações para o início de vida do casal, algo amável, em vez de um discurso inflamado e quase zangado. ;-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida