domingo, 27 de janeiro de 2008

Carlos, Rita e Darwin

"Desde que a capital saiu daqui, deu tudo errado no Brasil"
Rita Lee - em campanha para que o Rio volte a ser capital federal

"Se nós classificarmos paisagem pelo nível de assombro que ela produz, esta, com certeza, encontra-se na mais alta posição"
Charles Darwin - sobre a paisagem vista do Morro do Corcovado

"Quando você usa os dois lados do cérebro equilibradamente, o da razão e o da emoção, faz um casamento por amor e tem um rebento chamado consciência" -Ministro Carlos Ayres de Britto

(frases extraídas do Jornal Globo - 1º Caderno - 27/1/08)

Nem tudo deu errado no Brasil desde 1961, mas houve uma queda inegável na qualidade de nossos valores humanos, que se reflete nas ações dos políticos. O isolamento de Brasília não ajuda. É mais eficiente que os fossos dos castelos medievais. Mas como explicar que, justamente no Rio, tenhamos escolhido alguns dos piores administradores(as) do país? E tenhamos permanecido calados, omissos, com raras exceções. São 40 anos de desacertos e demagogia. Não nos interessamos por nossa cidade, só pelos destinos do Brasil?

Precisamos ajustar nossas consciências, casando razão e emoção, como sugere o ministro Carlos Britto. O sentimento de responsabilidade das empresas em todo mundo têm crescido, estimulado pela consciência dos cidadãos. No Brasil, brasileiros se envolvem em ações de solidariedade e voluntariado. Fazendo uma faxina bem feita nas ONGs, impede-se que os políticos sangrem o dinheiro público em benefício próprio. Educando a população, tornamo-nos cidadãos conscientes e genuinamente patriotas, não meros nacionalistas manipuláveis.

E vamos defender o que nos resta desta paisagem deslumbrante, para que não permaneça só nas palavras do diário de Darwin, 200 anos atrás.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida