segunda-feira, 6 de abril de 2009

Paul Krugman, o trabalho da Mulher e a Máquina de Lavar

Nada como ter filhos estudando para atualizar os pais...
Folheando "Introdução à Economia", de Paul Krugman e Robin Wells, encontro, na página 8, um texto interessante sobre a mulher e o trabalho. Nada que o Osservatore Romano, jornal do Vaticano, já não soubesse, mas, por isso mesmo e pelas polêmicas geradas, pertinente.



"Uma das grandes transformações do século XX foi a mudança na natureza do trabalho da mulher. Em 1900, somente 6% das mulheres casadas nos Estados Unidos tinham trabalho remunerado fora de casa. No início do século XXI, esse número é de 60%.

O que causou essa transformação? Certamente desempenhou um papel a mudança de atitudes em relação ao trabalho fora de casa: na primeira metade do século XX, muitas vezes se considerava impróprio que uma mulher casada trabalhasse fora de casa se ela não precisasse, enquanto hoje isso é considerado normal. Mas uma das forças que impulsionou a mudança foi a crescente disponibilidade de aparelhos domésticos, especialmente MÁQUINAS DE LAVAR. Antes de existirem esses aparelhos cuidar de casa dava muito trabalho, muito mais que um emprego de jornada completa. Em 1945, pesquisadores do governo mediram o tempo de uma mulher numa fazenda durante a lavagem semanal: ela levava 4 horas lavando a roupa, 4 horas e meia passando a ferro e andava quase 2 quilômetros. Aí ela foi equipada com uma máquina de lavar roupa, e lavar a mesma quantidade levou 41 minutos, passar roupa foi reduzido a 1 hora e 45 minutos, e a distância percorrida se reduziu em 90%.

O ponto é que no tempo em que não existiam aparelhos domésticos, o custo de oportunidade de trabalhar fora era muito alto: era algo que a mulher tipicamente só fazia por necessidade financeira premente. Com a aparelhagem moderna, as oportunidades disponíveis para a mulher mudaram, e o resto é história."

Introdução à Economia - Paul Krugman e Robin Wells
tradução de Helga Hoffman
Editora Campus

2 comentários:

by sumy disse...

Stella,
Devo acrescentar que são poucos os homens que se dispõem a dividir as tarefas domésticas com as mulheres.
Por isso, viva a máquina de lavar!!!

Feliz Páscoa!
Abs

stella halley disse...

Oi Sumy,
Nós mesmas, como mães e esposas, levamos os homens a essa indolência doméstica. Mas está crescendo o número de varões espertos, que ganham pontos com a mulher ao lavar a louça ou preparar um romântico jantar para 2.
Feliz Páscoa para você também!
um beijo,
s.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida