sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Carta a Amiga Poeta de Simone Guimaraes concorre ao Latin Grammy

Com esta música (parceria com Francis Hime), Simone Guimarães concorre, em 8 de novembro, ao Latin Grammy, na categoria 42, Melhor Canção Brasileira.
Carta à Amiga Poeta

Escreva um poema pra mim
Com jeito de voz falando
Com mãos me tocando e olhos fechados, sentindo palavras sem letra
Escreva com as ondas do mar
Escreva com o frio, com os medos
Com dúvidas, perguntas, com sanha, com gana, com chuva
Escreva sem palma, escreva sem pele
Com a carne vadia cantando na alma teus rios e dores, sei lá, sentimentos...
Escreva um poema, preciso, eu quero teus versos, ouvi-los, tocá-los, sentir...
Escreva sem pressa, sem essa!
Escreva das tripas o teu coração
Eu peço, me mande teu nada, teu abismo, teu colo
Vontades, pedidos, tua vida, teu cofre, derrama saudade...

E eu te agradeço, mas juro, eu mereço
Eu vivo ouvindo silêncios, eu sou teu amigo antgo
Eu gosto de tudo que fazes lá do fundo
Que seja imundo, sem lápis e sem papel, bonito, perdida, banida de ser
Eu sei: você sabe fazer esses riscos no céu como um planador
Sem regras, é puro prazer, porque o mundo acaba um dia
Desaba por dentro e transforma nossas primaveras
Escreva pra mim teu amor, como quem envelhece, adoece, enriquece de nós

Escreva como vive, escreva como sente o mar batendo no peito
Com gestos, com seiva, com jeito de paz, de canção
E quando chegar teu poema, vou cantar no relento da noite
Dizerobrigada da vida
Pela acolhida
Pelo riso, pelos olhos, obrigada, amiga, querida
O teu amor chegou

do álbum Flor do Pão

4 comentários:

Odimar Feitosa disse...

Essa música é fantástica em letra e melodia. Simone Guimarães é uma compositora talentosíssima que merece ser mais ouvida para aumentar o nível da audição das pessoas!!!

Stella Halley disse...

Concordo com você Odimar. As músicas e interpretações de Simone Guimarães fazem bem à alma, nos trazem para perto a natureza e os bons sentimentos. Um abraço,
stella

Simone disse...

Stella querida,Caríssimo Odimar:

Me sinto muitíssimo agraciada por merecer esses tantos gabos . "A minha alma canta" como diria o poeta e é assim que me componho ao mundo.
Nunca escondi minhas naturezas de mim mesma e agora, água corre nota adentro.
Escrevo no prelo da aurora que doura minh'lma e o instante de agora.
Com a alma enaltecida e o sentimento azoeirado, ofereço-lhes meu coração apaziguado.
Simone

Stella Halley disse...

Obrigada, querida, por trazer mais poesia a esta página e alegria a essa amiga,
um beijo,
stella

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida