sábado, 13 de abril de 2013

O Grito Silencioso

The Silent Scream

Dr. Bernard Nathanson (lifeknews)
Neste vídeo, o Dr. Bernard Nathanson explica porque deixou de ser o "Rei do Aborto" e passou a defender a vida. Responsável por 75 mil "interrupções da gravidez" durante a década de 70, o ex-aborteiro engajou-se em campanhas pro-vida depois de ter assistido a filmagem de uma ultrassonografia, feita durante o aborto de uma criança de 12 semanas. Cuidado, as cenas são fortes, mas precisam ser encaradas, pois neste momento há médicos brasileiros interessados em criar aqui a industria do aborto. Nos EUA, cada aborto custa de 300 a 400 dólares e 90% deste dinheiro vai para o bolso dos doutores.

Dr. Bernard Nathanson faleceu em 11 de fevereiro de 2011, aos 84 anos. Depois de favorecer o aborto de tantos bebês, inclusive de um filho seu, o médico passou a defender a vida humana desde a concepção. Quem desejar entender como surgiu a política do aborto nos Estados Unidos, deve ler o livro de sua autoria:  "The Hand of God: A Journey from Death to Life by the Abortion Doctor Who Changed His Mind". (Catholic Maine)

As crianças não são as únicas vítimas. Grande número de mulheres teve o útero perfurado durante essas operações, mas isso não é divulgado. Os conspiradores da indústria do aborto não informam o que realmente acontece. Aqui a mídia engajou-se numa campanha que apresenta o aborto como progresso. Ora, em Esparta, muitos anos antes de Cristo, já se jogavam os bebês indesejados morro abaixo. Veja e divulgue "O Grito Silencioso", apresentado pelo ex-diretor da maior clínica de aborto dos Estados Unidos. Vamos impedir que esse genocídio também aconteça no Brasil.



http://youtu.be/0heNeYmaCSc
Mais informação no blog do Padre Paulo Ricardo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida