terça-feira, 15 de abril de 2008

Zack Dunlap e Morte Cerebral


Zack Dunlap, de Oklahoma, não se lembra de muita coisa no dia em que morreu. Mas recorda-se de ter ouvido o médico declará-lo em morte cerebral. Zack sofreu um grave acidente em 17 de novembro de 2007. Como resultado teve um trauma severo na cabeça. 36 horas depois, os médicos avaliaram a tomografia e informaram à família que não havia fluxo sanguíneo, seu cérebro estava morto.
Os pais viram o exame e constataram o diagnóstico médico. Optaram por permitir a doação de seus órgãos, como estava determinado na carteira de identidade do rapaz. Enquanto esperava o helicóptero que viria coletá-los, a família observava os enfermeiros retirando os tubos. Dan e Christy Coffin, também enfermeiros, e primos do jovem, desconfiaram de sua aparência. Dan passou a lâmina de uma faca na sola dos pés de Zack e ele reagiu imediatamente Pressionou a unha sob a unha do dedo da mão e Zack puxou-a. Eram sinais de vida, não de morte.
Os médicos alertaram a família sobre possíveis danos cerebrais. Em 5 dias Zack abriu os olhos; em 48 dias deixou andando o centro de reabilitação e voltou para casa, onde a cidade inteira o acolheu como herói.
Se quiser assistir a um vídeo com o depoimento de Zack Dunlap, clique no link abaixo e espere carregar o filme. Vale a pena! Como vale a pena lutar pelo respeito à vida, do início ao seu fim natural. Nem a ciência, nem os cientistas são infalíveis. http://www.msnbc.msn.com/id/23775873/from/ET/.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida