segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Mihaly Csikszentmihalyi e o Fluxo

Em 28 de maio de 1986, entre as páginas de um jornal do Rio lia-se: Perfeição muda noção de tempo. Assim o jornalista resumiu o trabalho de Mihaly Csikszentmihalyi (segundo o próprio cientista, pronuncia-se "Chicks send me high") sobre o "estado de Fluxo".

Sabe aqueles momentos em que você está totalmente concentrado, sem perceber nada, além da própria atividade em que está imerso? Abstrái-se tempo, lugar, a mente fica clara e se desembaraça entre os meandros de um desafio estimulante. Nem tão difícil que estresse, nem tão fácil que entedie.

A concentração normal aumenta a atividade no córtex cerebral. Pois, no estado de fluxo, ela diminui. É um estado de harmonia produtiva. A atividade em si e o sentimento experimentado são recompensa mais forte do que dinheiro ou fama. Esse é mais um incentivo para o auto-conhecimento e o cuidado na escolha de uma profissão.

A Educação escolar e familiar precisa incluir a descoberta dos dons individuais, desde a infância, para que os jovens não se vejam encurralados diante de si mesmos, no 3º ano do Ensino Médio, às portas do Vestibular. Como fazer isto, é outra questão. Pais e colégio devem discutir o assunto ao longo da vida escolar dos alunos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida