sábado, 19 de setembro de 2009

Sucesso é

De A Sorrir
Minha Definição de Sucesso
de Marcelo Pereira de Carvalho
(do blog O que Der e Vier)
"O Washington Olivetto diz que sucesso é poder ser amigo de seus ídolos. Eu acho que pode ser por aí mesmo. Com variações.

Na minha visão, sucesso é poder escolher para quem dedicar seus melhores esforços. É, em última análise, ter a liberdade e a autonomia de dizer “não” quando simplesmente não vale a pena dizer “sim”. E se esse “não” comprometer o negócio ou a carreira, ter a confiança e a persistência de achar uma alternativa. Sucesso é ir poder dormir tranqüilo ao tomar uma decisão que, a princípio, pode te prejudicar, mas mantém intactos os seus valores. Já passei por várias destas decisões dolorosas. Arrependo-me só das que fui contra mim mesmo. Sucesso não é dar uma de Nelsinho Piquet…

Sucesso é não se submeter ao mundo. É perguntar porque não?, e não simplesmente repetir padrões que alguém lá atrás impôs. Sucesso é colocar a empresa a serviço da sua causa, da sua vida, não o oposto. E sei o que estou falando: já fiz o oposto, e não funcionou…

Sucesso é você criar relações comerciais com pessoas que você admira pelo que fazem e pelo que são. É poder ajudá-las em seus projetos e saber que elas também te ajudam nos seus porque acreditam em você. É ser respeitado pelo que você é, e não pela empresa que carrega seu nome no cartão de visitas, ou pelo cargo que ocupa. Ou mesmo por suas realizações passadas. Só pelo que você é. No final, negócios são feitos por pessoas.

Como algo que flutua na correnteza e que sempre vai parar no lugar que precisa parar, independentemente da sua vontade, percebo que só consigo produzir por uma causa que considere válida. Ou por pessoas ou empresas que considere dignas. Meu talento, pouco ou muito, não está a serviço de qualquer um. Sou seletivo, assim fui e assim vou continuar sendo. Nunca vou ser unanimidade, nunca ganharei eleição alguma. Há um preço a se pagar, mas o que não embute um preço a se pagar? A questão é escolher o que você está disposto a pagar: qual é a moeda que realmente vale para você. Pensando bem, acho que só me relaciono com pessoas e empresas que considero valerem a pena, cada uma por sua razão (não financeiras; isso é conseqüência). Talvez o Washington tenha razão.

Por outro lado, procuro achar valor nas pessoas. Aprendi a ser humilde a ponto de não fazer pré-julgamentos. Pelo menos, tento (sou humano…). Admiro pessoas que são absolutamente incompatíveis entre si. E sou amigo delas. Genuinamente. Não as admiro incondicionalmente; sei entender seus argumentos, suas fraquezas, seus motivos. São menos dignos do que os meus? Não tenho essa pretensão. Não sou dono da verdade.

Acho, enfim, que sucesso é poder ser você, sem máscaras, e conseguir ir frente assim (ou apesar disso, para os mais realistas). Sucesso é ser você e encontrar um jeito do mundo te aceitar desse jeito." http://blog.oquederevier.com/

Ler as palavras de Marcelo aumentam a esperança nesta geração de jovens empreendedores, que cultivam a ética junto com a eficiência. Muito bom, isso nos faz sorrir e confiar no futuro.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Visita de Nossa Senhora de Nazaré


Na segunda-feira, dia 21 de setembro, a Paróquia do Cristo Redentor (Rua das Laranjeiras 519) receberá a imagem de Nossa Senhora de Nazaré. A partir de 13 horas, na volta da visita ao Santuário do Cristo Redentor, no Corcovado, o Cardeal do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, e seus Bispos Auxiliares rezarão com os fiéis e darão uma Bênção. O pessoal de Laranjeiras e Cosme Velho está na maior expectativa. Quem puder, venha, será muito bem-vindo!


domingo, 13 de setembro de 2009

Caminho para o Cristo


"Vivências do Caminho de Santiago", da editora Sette Letras, relata a peregrinação que a jornalista Lillian de Souza Leão Joppert fez até Santiago de Compostela. O livro me fez pensar que a idéia de minha amiga Martha é realmente uma beleza. Poderíamos ter, em Laranjeiras, um 'Caminho para o Cristo Redentor'.

Os interessados pegariam um cartão de peregrino na Paróquia do Cristo Redentor. Caminhariam até o Cosme Velho, entrando na Igreja de São Judas Tadeu, onde o cartão seria carimbado pela 2ª vez, uma lembrança do Caminho. Quem sabe o Sávio, da estação do Corcovado, concederia um desconto de 50% na passagem do trenzinho... Os peregrinos mais atléticos poderiam seguir a pé, por alguma trilha demarcada na mata. Sei de senhora de 70 anos que já fez essa subida.

Chegando lá em cima, de frente para a bela imagem que nos protege e acolhe, agradeceríamos as bênçãos e receberíamos o terceiro e último carimbo. É linda a idéia da Martha!

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Paraty antes do Festival da Cachaça


Quem mora no Rio de Janeiro está muito bem servido. Além de usufruirmos da linda natureza local, a poucas horas de viagem chegamos a cidades interessantes, destino obrigatório de qualquer viajante exigente. Entre estas, destaca-se Paraty, visitada por turistas espertos, especialmente franceses. A única recomendação necessária é: levar sapatos sólidos e confortáveis, para andar pelo centro histórico. Tive dó de uma jovem temerária que passou por nós, dando passinhos curtos e se equilibrando sobre saltos anabela, entre as pedras largas do calçamento.


Nem só de FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) vive o turismo local. Um calendário variado de atrações movimenta os finais de semana o ano inteiro. Nos últimos dias de Agosto, rolou o Festival da Cachaça na cidade e uma competição de surf em Vila Trindade. Passeamos, namoramos, tomamos sorvete, e saimos antes da farra, depois de curtir todos os preparativos, especialmente os belos bonecos em papier maché da Praça da Matriz. Turismo em Paraty é levado a sério!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Forca

Fim do Silêncio ou Grito Silencioso

Mais Vida